Category: Avaliação em Contextos de Elearning

Atividade 4_1

Na Unidade Curricular de Avaliação em Contexto de ELearning, do Mestrado de Pedagogia do ELearning, da Universidade Aberta, foi nos proposto pelas professoras Isolina Oliveira e Lúcia Amante, um trabalho em grupo / turma , definir os procedimentos e critérios de avaliação quer das atividades da UC, quer das participações nos fóruns
Após alguma discussão entre todos e trabalho online através do google drive chegámos ao documento que se encontra em anexo. Esta é a nossa proposta de design final.

Anúncios

Atividade 4

Na Unidade Curricular de Avaliação em Contexto de ELearning, do Mestrado de Pedagogia do ELearning, da Universidade Aberta, foi nos proposto pelas professoras Isolina Oliveira e Lúcia Amante, um trabalho em grupo, definir os procedimentos e critérios de avaliação quer das atividades da UC, quer das participações nos fóruns
Grupo 1:
Elisabete Santos
João Pedro Bourbon
Manuel Lousa
Rute Antunes

Atividade 3

Na Unidade Curricular de Avaliação em Contexto de ELearning, do Mestrado de Pedagogia do ELearning, da Universidade Aberta, foi nos proposto pelas professoras Isolina Oliveira e Lúcia Amante, um trabalho de grupo, para analisar e caraterizar instrumentos de avaliação alternativos em contextos de elearning: Fóruns
Grupo 1:
Elisabete Santos
João Henriques
Manuel Lousa
Rute Antunes

Atividade 2

Na Unidade Curricular de Avaliação em Contexto de ELearning, do Mestrado de Pedagogia do ELearning, da Universidade Aberta, foi nos proposto pelas professoras Isolina Oliveira e Lúcia Amante, que sintetizássemos as especificidades da avaliação em contextos de Elearning e as grandes linhas de força que emergem dos 3 textos (Designing online learning assessment through alternative approaches: facing the concerns, A Cultura de Avaliação: que dimensões?, Problemáticas da avaliação em educação online.)

Atividade 1

Na Unidade Curricular de Avaliação em Contexto de ELearning, do Mestrado de Pedagogia do ELearning, da Universidade Aberta, foi nos proposto pelas professoras Isolina Oliveira e Lúcia Amante, a identificação de duas ideias fortes do texto (Pinto, Jorge- “Avaliação em Educação: da linearidade dos usos à complexidade das práticas”. (no prelo)
As minhas escolhas:
1ª Pluralismo em Avaliação – parece-me um aspeto fundamental quando se fala de avaliação hoje em dia. Tendo sempre presente as áreas, os contextos e as finalidades em que a avaliação é um elemento integrante relevante, é importante perceber que existem estratégias, modos e instrumentos de avaliação mais adequados e eficazes para cada um deles, e que não existe, como o autor refere, uma Avaliação, mas sim várias Avaliações. A avaliação deve ser sobretudo encarada como algo que permite chegar à verdade das coisas e que se torna o regulador da ação e das decisões.
2ª Avaliação enquanto interação social complexa – Fazem parte da avaliação vários intervenientes que estabelecem, clarificam e negoceiam as regras do processo. Estabelecem-se, deste modo realidades novas, múltiplas, numa perspetiva de abertura e interação, que facilitam a recolha de elementos informativos e a reflexão crítica sobre a ação avaliativa.

Manuel Lousa

Atividade 0

Na Unidade Curricular de Avaliação em Contexto de ELearning, do Mestrado de Pedagogia do ELearning, da Universidade Aberta, foi nos proposto pelas professoras Isolina Oliveira e Lúcia Amante, que cada um dos estudantes devia indicar 2 palavras (expressões, verbos, adjetivos ou objetos) que associe à palavra “Avaliação”.
Optei por estes dois vocábulos(Ajuizar / Apreciar), pois ambos estão intimamente relacionados com o termo “avaliação”. Neste sentido, num processo de avaliação estamos a formular um juízo de valor sobre algo ou alguém, em função de critérios previamente definidos. Mais, a avaliação é o processo de ajuizamento, apreciação, julgamento do que o aluno aprendeu durante o processo ensino-aprendizagem.

Manuel Lousa